A chinesa State Power Investment Overseas (Spic) apresentou ontem uma proposta para comprar a participação da Companhia Energética de Minas Gerais (Cemig) na Hidrelétrica Santo Antônio, em Rondônia. A estatal mineira detém 22,4% da usina, de 3.568 MW, por meio das empresas Cemig Geração e Transmissão e SAAG Investimentos. Em comunicado ao mercado, a estatal de Minas afirma que a proposta será deliberada pela governança da empresa.

Leia a íntegra em
Spic compra fatia da Cemig em Santo Antônio

As conversas para vender a participação na usina do Rio Madeira começaram há alguns meses. Além da fatia da Cemig, a empresa chinesa também negocia a aquisição com os outros sócios da hidrelétrica. Um deles é a Odebrecht Energia, que detém 18,6% de participação na Santo Antônio. Nesse caso, a companhia ainda negocia os termos e condições para um acordo de compra. Por tabela, a fatia da Eletrobrás na hidrelétrica também poderia ser vendida, conforme já afirmou o presidente da estatal federal, Wilson Ferreira Junior.

O valor total de 100% dos ativos da Santo Antônio é estimado em cerca de R$ 9 bilhões. Mas, no início das negociações, a expectativa era que um valor a ser desembolsado seria bem menor: entre R$ 6 bilhões e R$ 7 bilhões. O restante seria vinculado ao cumprimento de metas de desempenho e deveria ser parcelado. A Cemig não informou o valor da proposta feita pela chinesa ontem pela sua participação.

Autor / Fonte: Estadão Conteúdo / Isto É