Em coletiva de imprensa, ministro disse que conhecimento sobre vírus ainda é limitado, mas que esforços de contenção serão intensificados. Infecção matou 56 pessoas no país.

Jornalista usa uma máscara protetora durante coletiva com  ministro da Comissão de Saúde da China, Ma Xiaowei sobre o surto do novo coronavírus em Pequim — Foto: Thomas Peter/Reuters

Jornalista usa uma máscara protetora durante coletiva com ministro da Comissão de Saúde da China, Ma Xiaowei sobre o surto do novo coronavírus em Pequim — Foto: Thomas Peter/Reuters

O ministro da Comissão Nacional de Saúde da China, Ma Xiaowei, disse neste domingo (26) que a capacidade de transmissão do coronavírus está se fortalecendo. A infecção causada pelo vírus matou 56 pessoas no país.

Segundo a Reuters, Ma afirmou ainda durante a coletiva que os esforços de contenção, que até agora incluem restrições de transporte e viagens e o cancelamento de grandes eventos, serão intensificados.

Ma disse também que o período de incubação do coronavírus pode variar de um a 14 dias, e que o vírus é infeccioso durante a incubação, o que não foi o caso da Síndrome Respiratória Aguda Grave (SARS), um coronavírus que se originou na China e matou quase 800 pessoas globalmente em 2002 e 2003.

Também neste domingo, a China anunciou uma proibição nacional da venda de animais silvestres em mercados, restaurantes e plataformas de comércio eletrônico. Acredita-se que o vírus tenha se originado no final do ano passado em um mercado na cidade chinesa de Wuhan, que vendia ilegalmente animais selvagens.

Mortes por coronavírus na China passam de 50

Mortes por coronavírus na China passam de 50

Mortes pelo coronavírus

Dados divulgados pelo governo local no sábado (25) mostram que o número de mortes causadas pelo coronavírus na China chegou a 56, incluindo a primeira vítima fatal em Xangai. De acordo com a agência Reuters, 1.975 pessoas já tiveram diagnósticos da doença confirmados no país e 49 estão curadas.

A província de Hubei tinha 13 cidades com restrições de circulação até sexta-feira, o que afeta cerca de 40 milhões de pessoas. Na manhã de domingo (26, horário local), foi anunciado que a cidade de Tianjin também irá interromper a circulação de todos os ônibus intermunicipais para tentar conter a disseminação do vírus.

China suspende viagens turísticas

China vai suspender todas as viagens turísticas que partem do país a partir de segunda-feira (27) para tentar conter o surto de coronavírus. Neste sábado a Associação de Turismo da China anunciou que as viagens em grupo ao exterior estarão suspensas. Segundo a associação, viagens domésticas já estavam sob restrição desde sexta-feira (24).

Parques temáticos fechados

Portão trancado no parque temático da Disney em Hong Kong — Foto: Tyrone Siu/Reuters

Portão trancado no parque temático da Disney em Hong Kong — Foto: Tyrone Siu/Reuters

Os parques de diversões de Hong Kong Disneyland e Ocean Park serão fechados a partir deste domingo (26) para evitar a propagação do vírus. Em Xangai, o governo também anunciou que o parque da Disney ficará fechado. A China está em feriado do Ano Novo Lunar, período em que os parques costumam ficar cheios de turistas.

Casos de coronavírus no mundo  — Foto: Rodrigo Sanches/Arte G1

Casos de coronavírus no mundo — Foto: Rodrigo Sanches/Arte G1

Por G1