Hepatite: Vilhena registra 272 casos suspeitos e 23 confirmados em 2012

2013-05-21T17:48:31+00:0015 maio, 2013|
Vírus da Hepatite

Vírus da Hepatite

[pullquote]Técnicos e enfermeiros da saúde participam de curso de capacitação[/pullquote]

Em 2013, de janeiro a março, foram notificados 77 casos de hepatites e cinco casos confirmados.

[dropcap]E[/dropcap]nfermeiros e técnicos que atuam na Atenção Básica de Saúde em Vilhena ou com Vigilância Epidemiológica das hepatites participaram por três dias do Curso de Capacitação de Vigilância Hepatites Virais realizado em parceria com a Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) e a 3º Regional de Saúde em Vilhena. O curso aconteceu no auditório do IPMV.

Fazer o diagnóstico adequado das hepatites virais e notificar corretamente estudos de casos de hepatites, interpretação dos marcadores sorológicos das hepatites A, B, C, D, E, acompanhamento médico, preventivo, notificações e investigações dos casos, fazendo uma busca na população identificando sintomas e sinais são algumas das finalidades dessa capacitação.

 Hepatite: uma doença silenciosa De acordo com a enfermeira e coordenadora Municipal do Programa de hepatites virais, Ana Viana, a hepatite é uma doença silenciosa, a hepatite A é transmissível via fecal-oral e também através da alimentação ou água contaminada. Já a hepatite B/C a transmissão é parenteral e sexualmente transmissível, sendo essa a forma mais comum de transmissão. Os sintomas da doença iniciam, em média, 30 dias após o contágio.

O contato com sangue através do uso de alicate, palito de unha, escova de dente, todo tipo de material sem esterilização correta, para piercings e tatuagens, no compartilhamento de drogas injetáveis inaláveis, podem transmitir hepatite, lembrando que o vírus é resistente até uma semana. A doença pode evoluir e provocar a cirrose hepática e câncer no fígado. A vacina é altamente eficaz quando administrada na infância.

Parcerias

A coordenadora Ana Viana destacou que ano passado a Semusa e o Serviço de Apoio às Micro e Pequenas Empresas (Sebrae) realizaram em parceria capacitação para os profissionais da beleza com o objetivo de desenvolver um conhecimento acerca de Biossegurança, gerando ações voltadas para a prevenção, minimização ou eliminação dos riscos inerentes as atividades desenvolvidas por esses profissionais da beleza, visando cuidados necessários à saúde desses profissionais e dos seus clientes.

“Queremos que os cabeleireiros e manicures da cidade estejam conscientes e atentos sobre os riscos e consequências da hepatite. O objetivo desse encontro é capacitar os profissionais da rede dando domínio completo sobre todas as formas de doenças e saibam determinar qual tratamento adequado para casa situação,” finalizou a enfermeira.

Casos

O SUS em Vilhena, durante o ano de 2012, atendeu 272 casos suspeitos e 23 casos confirmados. Em 2013, de janeiro a março, foram notificados 77 casos de hepatites e cinco casos confirmados.

[tabs]
[tab title=”Rondônia em Pauta”]Fonte: Semcom[/tab]
[/tabs]

[print-me]

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Informações para contato

Mobile: (69) 9 9929-6909

Web: rondoniaempauta.com.br