Vilhena registrou um novo óbito de vilhenense e 30 novos casos confirmados de vilhenenses com covid-19 nesta quarta-feira, 1° de julho, sendo 10 por RT-PCR e 20 por testes rápidos. Além disso, foram identificados 26 novos casos suspeitos, 19 resultados negativos e 73 recuperados. Dessa forma, Vilhena registra até as 22h de hoje: 576 casos confirmados de vilhenenses, 6 positivados moradores de outras cidades, 7 óbitos de vilhenenses, 2 óbitos de moradores de fora e 126 casos suspeitos. Há atualmente no município 192 casos ativos de moradores de Vilhena e 6 de fora, bem como 378 já recuperados e 3 transferidos.

Contados em duplicidade ontem como descartados por este boletim, alguns casos suspeitos retornam para o registro no boletim de hoje.

O paciente que veio a óbito hoje era do sexo masculino, tinha 78 anos e era morador do bairro Jardim Primavera (Setor 17). Internado desde o dia 19 de junho na UTI da Central de Atendimento à Covid-19 com necessidade de respirador, o paciente evoluiu para quadro muito grave e não resistiu, vindo a óbito na madrugada desta quarta-feira.

Estão internados 15 pacientes vilhenenses em isolamento na Central de Atendimento à Covid-19, sendo 5 na UTI, todos com necessidade de respirador (dois do sexo feminino com 61 e 77 anos e três do sexo masculino com 39, 59 e 84 anos). Outros 10 pacientes estão internados na Enfermaria da Central, cinco do sexo masculino com 43, 49, 56, 65 e 81 anos e cinco do sexo feminino com 49, 50, 59, 70 e 88 anos. Dos internados, 11 têm resultado positivo para covid-19 e quatro são suspeitos. A taxa de ocupação de leitos da Central de Atendimento à Covid-19 chega, assim, a 39,5% (sendo 42% na UTI e 38% na Enfermaria). Todos os demais casos, sejam suspeitos ou confirmados, estão com recomendações expressas de cumprir isolamento domiciliar, pois não apresentam sintomas ou têm apenas sintomas leves.

Em atenção ao decreto estadual, o Comitê Gestor Municipal de Prevenção e Enfrentamento ao Coronavírus de Vilhena se reuniu longamente das 18h em diante nesta quarta-feira, 1° de julho, por meio de videoconferência. Em negociação direta com o Governo do Estado, a Prefeitura informou que busca uma saída administrativa para o impasse, que pode ter desfecho nesta quinta-feira. A maioria dos membros concordou que, conforme os critérios estabelecidos pela lei municipal n° 5.285, mesmo considerando a alteração prevista para os próximos dias, ainda não é necessário realizar lockdown (fechamento de atividades comerciais) em Vilhena. O Governo do Estado solicitou no fim da noite esta posição do município por meio de documento, que servirá de base para a resposta que a Secretaria de Estado de Saúde dará a Vilhena (e a outros municípios), ao que tudo indica, nesta quinta-feira, 2 de julho, quanto à retirada, ou não, da cidade desta lista de fechamento estipulada pelo Governo. Mais informações sobre este e outros temas relacionados serão dados também pela Prefeitura na manhã deste dia 2.

A Secretaria Municipal de Assistência Social (Semas) recebeu do Governo do Estado informações sobre a criação de um novo auxílio emergencial para trabalhadores autônomos de Rondônia. Sem valor e data de lançamento decididos pelo Estado, o auxílio não está em vigor, ainda. A Semas, por enquanto, orienta aos interessados que já realizem inscrição no CadÚnico para que consigam se habilitar ao benefício, quando este for liberado. Entenda mais em: http://www.vilhena.ro.gov.br//index.php?sessao=b054603368vfb0&id=1411720.

O Estado registrou até hoje 21,5 mil casos confirmados e 523 óbitos. No Brasil o número de casos confirmados já ultrapassou 1,453 milhão, com 60,7 mil mortes. No mundo são 10,8 milhões de casos confirmados e 519 mil mortes.

ATENDIMENTO – Pessoas que tenham sintomas ou se considerem suspeitas de ter covid-19 devem procurar os postos de Saúde em Vilhena. Aos fins de semana a unidade em funcionamento é a Afonso Mansur, na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes. Leia todo o protocolo de atendimento no link: http://www.vilhena.ro.gov.br/index.php?sessao=b054603368vfb0&id=1411266.

DENÚNCIAS – Denúncias de descumprimento de normas de Saúde podem ser feitas pelos números: 190 da Polícia Militar (24h) ou 3322-1936 da Vigilância Sanitária (7h às 17h30, de segunda a sexta-feira).

MAPA – Veja mapa, gráficos e tabelas dos casos da cidade no Painel Covid-19 Vilhena disponível no site da Prefeitura, no menu “Serviços” e também pelo link direto: www.bit.ly/painelcovidvilhena.

TESTES – Os testes podem ser feitos somente após encaminhamento médico de posto de Saúde. Para entender em detalhes como funcionam os testes disponíveis na cidade, tanto os de método rápido como de laboratório, leia a nota explicativa da Prefeitura em: www.bit.ly/testescovid19vilhena.

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde