Mulher morre no Hospital Regional de Vilhena após cesárea, veja nota de esclarecimento da Secretaria de Saúde

2013-07-09T10:36:17+00:0009 julho, 2013|
Kislla Paula Alves Paixão

Kislla Paula Alves Paixão

Nota de esclarecimento 

A Secretaria Municipal de Saúde, por meio da direção do Hospital Regional Admastor Teixeira de Oliveira, informa que a paciente moradora do bairro Bela Vista Kislla Paula Alves Paixão, 20 anos, veio a óbito na manhã dessa segunda-feira 8 de julho em decorrência de mal súbito.

De acordo com o médico obstetra Renato Bueno, chefe do Serviço de Obstetrícia, que realizou o parto cesariana da paciente no dia 24 junho, tudo ocorreu dentro da normalidade, não havendo nenhuma complicação pós – parto. “Foi tudo tranqüilo”, garantiu o médico.

Segundo o obstetra a paciente teve alta dois dias depois. “Ela estava bem, super feliz pelo nascimento da sua primeira filha, eu acompanhei de perto essa paciente, ela saiu bem do hospital”, garantiu.

Conforme o prontuário do hospital ela retornou após 14 dias ao Hospital Regional com inchaço na barriga e foi atendida imediatamente e submetida a cirurgia para drenar um hematoma subaponeurótico no local da cesariana, que provavelmente foi ocasionado pelo rompimento de uma veia decorrente de uma tosse alérgica que a paciente apresentava, durante todo final da gestação.

Tanto a direção do Hospital Regional quanto o médico obstetra afirmaram que em nenhum momento a jovem ficou sem receber atendimento e cuidados médicos.

Com prontuário em mãos o diretor do Hospital Regional, Adilson Rodrigues, junto com médico Renato Bueno, explicaram que a mesma deu entrada às 9 horas da manhã do dia 7 de julho, foi atendida pelo médico de plantão, e encaminhada para cirurgia que terminou as 12 horas para drenagem do hematoma. Conforme Bueno, tudo ocorreu bem, ela voltou para o quarto e passou bem durante todo o dia.

“E sobre a informação que os familiares ouviram que pessoas do HR teriam dito que a assepsia da primeira operação foi mal feita antes de costurarem a paciente, isso não procede”, declarou o médico que realizou a cesariana.

A paciente por volta das 6h 30 mim de hoje (8 de julho) começou a passar mal. “Entendemos que ela teve possivelmente um novo sangramento durante a madrugada e evoluiu com choque hipovolêmico (a perda de aproximadamente um quinto do volume sanguíneo normal, por qualquer causa, pode causar choque hipovolêmico). Isto inclui sangramento do intestino ou estômago, outros sangramentos internos, sangramentos externos (por cortes, lesões, ferimentos perfurocortantes) ou perda de volume sanguíneo e líquidos do corpo (como pode ocorrer com diarréia, vômitos, obstrução intestinal, inflamações, queimaduras e outros)”.

Os médicos também não descartaram a possibilidade de uma embolia pulmonar, tendo em vista que ela passou bem a noite. “Infelizmente ela perdeu muito sangue e precisou de uma transfusão, foi reanimada e recebeu todos os procedimentos cabíveis, eu inclusive acompanhei tudo de perto, a equipe fez o que era possível mais infelizmente a jovem veio a óbito”, declarou o diretor do hospital.

A equipe médica, a equipe de enfermagem, a direção do HR e o prefeito Zé Rover, ficaram abalados com a situação e lamentaram profundamente essa perda.

Semcom

[print-me]

2 comentarios

  1. Nivia 9 julho, 2013 at 1:52 pm

    Coitada! Que Deus console o coração dessa familia e desse bebe que acabou de perder a mãe!
    Estou morando na cidade de Vilhena somente a 3 meses, e pelo pouco que conheço desde hospital, digo que falta muita coisa pra chegar a ser um hospital de qualidade! Principalmente Na parte de higienização e regulação das normas entre funcionarios!
    Existe a NR 32 (Norma Reguladora) especifica para hospitais, clinicas e laboratorios, que apesar de ser obrigação de todos no hospital, desde chefe, funcionarios a pacientes, creio que o Hospital Regional de Vilhena a desconhece! a estrutura do hospital e ótima, porém a organização e pessima!
    Onde ja se viu, funcionario da area de enfermagen usar cabelo solto, adornos, ficar de chinelo circulando dentro dos ambientes hospitalares, onde ja se viu, funcionarios da higienização, dentro do centro cirurgico usar chinelo, trabalhar sem luvas?!!! Isso e uma afronta a todos os principios basicos de precaução, isso não so põe a vida dos pacientes em risco mais tbm dos proprios funcionários!
    E se eu fosse parente dessa moça que morreu, eu iria a fundo saber a verdade sobre a morte dela, pois as condições que presenciei naquele Centro cirurgico, não e nada dificil da paciente ter pego uma infecção Hospitalar!
    voces tbm do Rondonia em Pauta, poderia verificar as condições do hospital! Já que eles não aceitam opnião dos outros!

  2. Deusa 9 julho, 2013 at 6:03 pm

    Meus pesamos aos familiares sinto muito! uma moça tão jovem
    acho que os familiares tem que investigar o fato, esta morrendo muito gente neste hospital por falta de cuidados de certos médicos, falta de atenção.

Leave A Comment

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.

Informações para contato

Mobile: (69) 9 9929-6909

Web: rondoniaempauta.com.br