Em razão de notícias divulgadas em veículos de comunicação, sugerindo que uma mulher possa ter ido a óbito após sair do Hospital Regional de Vilhena com pressão alta, ao tempo em que nos solidarizamos com os familiares pela perda de um ente querido, esclarecemos o seguinte: A paciente deu entrada neste hospital com fratura e passou por cirurgia.

Durante o tempo de internação, a paciente esteve sempre com todos os sinais vitais estáveis e controlados.E, de acordo com a avaliação médica, no dia 21 de janeiro de 2019, a paciente estava hemodinâmica e clinicamente em perfeitas condições de receber alta hospitalar, tendo deixado este hospital com as orientações e receituário adequados para prosseguimento do tratamento.


A Direção do Hospital Regional de Vilhena