Promovido pela deputada federal Jaqueline Cassol, o projeto “Despertar para a Vida” trouxe palestrante do Piauí para Vilhena

A valorização da vida é tema de diversas atividades da Prefeitura de Vilhena durante este ano na cidade, a exemplo da palestra “Cuidados com a Saúde Mental e o Gerenciamento das Emoções para a Valorização da Vida”, ministrada na última sexta-feira, dia 8, no auditório da Prefeitura. Promovida pela Fundação Milton Campos e pela deputada federal Jaqueline Cassol, a palestra foi ministrada pela ativista e escritora Késia Mesquita, do Piauí.

A ação faz parte do segundo ciclo de palestras do projeto “Despertar para a Vida” e recebeu quase 70 participantes que puderam aprender formas de lidar e multiplicar as boas mensagens a respeito do tema. Entre os temas abordados estavam características da depressão, bem como prevenção e “pós-venção” ao suicídio (ações de ajuda aos próximos de quem tirou a vida).

“Temos que reconhecer os sinais que o indivíduo dá. A forma correta de dialogar e principalmente ouvir para podermos agir de maneira adequada ao nos depararmos com uma situação onde alguém próximo enfrenta a depressão e perde o ânimo em viver”, garantiu Késia.

Alguns dos presentes usaram a palavra espontaneamente para contar suas experiências pessoais na superação de problemas de saúde mental e foram aplaudidos pelos presentes que se emocionaram. O evento também serviu para repassar orientações sobre para que todos evitem erros comuns na abordagem aos depressivos.

Jaqueline destacou que a ação tem o objetivo de conscientizar e levar informações capazes de auxiliar no enfrentamento desses problemas, que têm sido cada vez mais percebidos na sociedade. “Esse projeto nasceu em meu coração antes de eu ser candidata, mas quando comecei minha andança pelo estado percebi como essas doenças estão presentes no convívio de muitas pessoas em diferentes lugares e esferas sociais. Então me comprometi a ajudar”, garantiu.

Estiveram no evento diversos servidores da Prefeitura de Vilhena e da Câmara, como os secretários de Saúde, Afonso Emerick, Administração, Welliton Oliveira, Comunicação, Jovino Lobaz, Assistência Social, Patrícia da Glória, Educação, Vivian Repessold, além do vereador Adilson de Oliveira, que estava acompanhado de vários servidores da Câmara trajados com camisetas amarelas oriundas de campanha pela saúde mental realizada pelo Legislativo.

A palestrante é fundadora do Centro Débora Mesquita, uma ONG de Teresina, no Piauí, composta atualmente por 23 voluntários que já realizou mais de 5 mil atendimentos de prevenção, intervenção e pós-venção a casos de suicídio. A parceria com a deputada federal Jaqueline Cassol tem expandido as palestras para outras localidades, especialmente para Rondônia. O Centro recebeu o nome em homenagem à Débora Mesquita, irmã de Késia, falecida em 2012 depois de enfrentar um quadro de depressão profunda.

Semcom