Recurso foi garantido por Eduardo Japonês após reuniões com a bancada federal de Rondônia em Brasília

Na última semana o recurso de emenda impositiva no valor de R$ 11,9 milhões garantido por Eduardo Japonês em visita a Brasília em outubro de 2018 foi liberado para cadastramento de proposta. Este é um passo administrativo importante do recurso para que agora a Prefeitura possa dar andamento nos trâmites. A construção do novo prédio do Hospital Regional de Vilhena irá solucionar problemas estruturais da principal unidade de saúde do Cone Sul, que tem cerca de 40 anos.

“Em breve vamos começar uma ampla reforma no prédio atual do HRV, para que consigamos garantir a qualidade do atendimento no local até que o novo fique pronto, daqui 4 ou 5 anos. Esta ação em garantir uma emenda impositiva foi fundamental para que o hospital seja realidade, afinal, agora a bancada federal e o Governo têm que, obrigatoriamente, concluir a obra e continuar destinando recursos para Vilhena até que o novo prédio esteja concluído. Agora vai!”, explica Eduardo Japonês.

De acordo com o secretário de Saúde, Afonso Emerick, este recurso é distinto dos demais. “A emenda é diferenciada, porque é impositiva. Assim que for aprovada e o recurso for pra conta, esse hospital passa a ter garantia que será feito como um todo. É uma obra que pode demorar, mas é um hospital grande e será uma mudança, um marco na Saúde de Vilhena. Será um hospital moderno, feito com as especificações das normativas modernas para atender bem a população de todo o Cone Sul”, explica o secretário de Saúde, Afonso Emerick.

O cadastramento da proposta, segundo o secretário de Planejamento Ricardo Zancan, acontecerá nos próximos dias. “Agora estamos com liberação para registrar no sistema a proposta, o que acontece em breve. Na sequência será firmado o convênio para que possamos licitar a feitura do projeto, que antecede já a licitação para início das obras”, elucida.

CONQUISTA COLETIVA – Os senadores Acir Gurgacz e Marcos Rogério, além dos deputados federais Mariana Carvalho, Expedito Netto e Lúcio Mosquini assinaram a emenda impositiva em benefício de Vilhena. Também participam da emenda os ex-deputados federais Marinha Raupp, Nilton Capixaba, Luiz Cláudio e Lindomar Garçon e os ex-senadores Ivo Cassol e Valdir Raupp.

A presença de vereadores e prefeitos do Cone Sul nas visitas à Brasília para garantia do recurso também foi fundamental, já que o novo hospital será usufruído por todos no Cone Sul.

Semcom