O secretário municipal de Saúde, Afonso Emerick, explicou em vídeo no início da noite desta segunda-feira que várias notícias falsas confundiram os vilhenenses durante o dia. Ele explica que há, sim, um caso confirmado de covid-19 em Vilhena, que foi divulgado no domingo, inclusive, pelo Governo do Estado, responsável pelos testes. No entanto, este caso confirmado nada tem a ver com a empresária Daiane Souza Oliveira que foi exposta nas redes sociais e que teve de demonstrar seu exame negativo para comprovar que não tem o novo coronavírus.

Mais cedo, o diretor clínico do Hospital Regional de Vilhena, André Oliveira, acompanhado da coordenadora da Vigilância Epidemiológica, Susiane Bonfim, também gravaram vídeo junto da empresária, demonstrando que seu caso não era confirmado e pedindo à população que pare de divulgar “fake news”, pois a desinformação é outro inimigo que a Saúde tem enfrentado nesta batalha contra o novo coronavírus.

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde