Vilhena registrou dois óbitos de pacientes com covid-19, sendo um de vilhenense e outro de morador de fora. A cidade registrou ainda 28 novos casos confirmados de vilhenenses com covid-19, sendo 22 por RT-PCR e seis por teste rápido. Além disso, a cidade registrou um resultado negativo. Dessa forma, Vilhena registra até as 20h30 de hoje: 1.144 casos confirmados de vilhenenses, sete positivados moradores de outras cidades, 17 óbitos de vilhenenses, seis óbitos de moradores de fora e 147 casos suspeitos. Há atualmente no município 308 casos ativos de moradores de Vilhena, bem como 819 já recuperados e sete transferidos.

O óbito de vilhenense registrado hoje é de paciente do sexo masculino com 78 anos. Internado no dia 16 de julho na UTI, mas sem necessidade de respirador, o paciente teve de ser intubado no dia 18. Após oito dias com a respiração mecânica, o paciente não resistiu e veio a óbito neste sábado, 25. O outro óbito é de morador de Pimenta Bueno, do sexo feminino, com 61 anos, que foi internada há dois dias já com necessidade de respirador, evoluindo para óbito também neste sábado, 25.

Há 16 pacientes internados em isolamento na Central de Atendimento à Covid-19, sendo quatro na UTI, dos quais dois com necessidade de respirador (um do sexo masculino com 34 anos e um do sexo feminino com 88 anos), bem como outros dois pacientes na UTI, sem necessidade de respirador, um do sexo feminino com 69 anos e outro do sexo masculino com 71 anos. Outros 12 pacientes estão internados na Enfermaria da Central, seis do sexo masculino com 29, 49, 66, 70, 71 e 88 anos e seis do sexo feminino com 42, 51, 57, 66, 71 e 77 anos. Dos internados, 14 têm resultado positivo para covid-19 e dois são suspeitos. A taxa de ocupação de leitos da Central de Atendimento à Covid-19 é de 44,4% (sendo 40% na UTI e 46% na Enfermaria).

A identificação da covid-19 no paciente logo nos primeiros dias e sua evolução posterior são fundamentais para um tratamento adequado. Por isso, o Hospital Regional de Vilhena colocou, desde março, o tomógrafo da unidade para funcionar de forma exclusiva em atendimento aos casos de suspeitos ou confirmados de covid-19. Moderno, o aparelho é utilizado conforme a solicitação do médico e gera imagens de altíssima qualidade, que podem ser impressas e até mesmo levadas em arquivo digital pelo paciente. Leia mais em: http://www.vilhena.ro.gov.br//index.php?sessao=b054603368vfb0&id=1412809.

O Estado registrou até hoje 35,5 mil casos confirmados e 810 óbitos. No Brasil o número de casos confirmados já ultrapassou 2,396 milhões, com 86,4 mil mortes. No mundo são 16,2 milhões de casos confirmados e 648 mil mortes.

ATENDIMENTO – Pessoas que tenham sintomas ou se considerem suspeitas de ter covid-19 devem procurar os postos de Saúde em Vilhena. Aos fins de semana a unidade em funcionamento é a Afonso Mansur, na avenida Brigadeiro Eduardo Gomes (das 7h às 19h). Leia todo o protocolo de atendimento no link: http://www.vilhena.ro.gov.br/index.php?sessao=b054603368vfb0&id=1411266.

DENÚNCIAS – Denúncias de descumprimento de normas de Saúde podem ser feitas pelos números: 190 da Polícia Militar (24h) ou 3322-1936 da Vigilância Sanitária (7h às 17h30, de segunda a sexta-feira).

MAPA – Veja mapa, gráficos e tabelas dos casos da cidade no Painel Covid-19 Vilhena disponível no site da Prefeitura, no menu “Serviços” e também pelo link direto: www.bit.ly/painelcovidvilhena.

TESTES – Os testes podem ser feitos somente após encaminhamento médico de posto de Saúde. Para entender em detalhes como funcionam os testes disponíveis na cidade, tanto os de método rápido como de laboratório, leia a nota explicativa da Prefeitura em: www.bit.ly/testescovid19vilhena.

Cheque as informações antes de divulgá-las em grupos. Acompanhe o site e a página da Prefeitura de Vilhena no Facebook para ter acesso a informações corretas sobre a pandemia em Vilhena.

www.vilhena.ro.gov.br

Fonte: Secretaria Municipal de Saúde