Energia caiu às 15h e às 20h ainda não havia voltado ao normal

Presídio de segurança máxima de Vilhena (Foto: Hernán Lagos)

Presídio de segurança máxima de Vilhena (Foto: Hernán Lagos)

[dropcap]A[/dropcap] forte chuva da tarde deste sábado (23) junto com os raios que caíram na região provocaram um curto circuito na subestação de energia do presídio de segurança máxima de Vilhena.

Após um estrondo, provocado por um raio, o fornecimento de energia foi interrompido, provocando protestos por parte dos detentos que ficaram revoltados. A agitação deixou em estado de alerta os agentes penitenciários que tentavam acalmar os ânimos.

Às 20h, 5 horas depois, a Eletrobrás ainda estava no local, tentando resolver o problema.

Por Hernán Lagos