farra das diarias“Assestada para a busca do progresso
Sem cruzar os braços por trabalho,
Hasteamos a bandeira e aduzimos
Com a agulhada o alcance da vitória.”

“Nosso povo, nossa força, baluarte
Obstando que o sonho,
De crescer por esse chão vermelho caia,
Se derrame, Chupinguaia
Primazia, galhardia, nosso sangue, Chupinguaia!”

Os dois trechos acima, fazem parte do Hino de Chupinguaia escrito pelo  grandioso Wagner Luiz Ferreira, eles nos convida a repensarmos nossos passos e nosso valores.

Depois da reconhecida estadualmente “Farra das Diárias de Chupinguaia”a Câmara Municipal de Chupinguaia, faz projeto de mais R$ 150.000,00 (cento e cinquenta mil reais)…

A primeira estrofe do hino diz que estamos “assestados para a busca do progresso”, más que progresso podemos ter? Quando quem deveria nos defender e lutar pelo nosso progresso é quem nos tira o pouco que temos.

Lembrando que o então Presidente da casa de leis gastou o aproximadamente R$ 47.150,00 (quarenta e sete mil cento e cinquenta reais) em diárias, isso em 10 meses de efetivo exercício, em uma conta rápida o larápio pegou aproximadamente R$ 4.715,00 (quatro mil setecentos e quinze reais), isso equivale ao salário re um vereador hoje no município.

O Vice-Presidente, “não sei se por ser vice”, gastou cerca da metade desse valor em diárias.
Dentre as muitas justificativas das diárias, estão; Emenda de um ônibus, 5 km de asfalto, torre para sinal de telefonia celular do Distrito de Novo Plano, Ar condicionado para a Escola Moacir Caramelo, Ambulância doada pela Assembléia Legislativa etc…

Embora justificativas se tem muitas, como diz uma amigo meu “papel aceita tudo”, a câmara municipal fechou o ano sem nenhum beneficio ao município. O que é pior, a ambulância que o município iria receber, foi mandada para outro município, pois o Dep. Luizinho, ficou ofendido quando soube que o Ver. Roberto Ferreira Pinto, declarou que pretende pleitear o cargo de Deputado Estadual neste ano.
OPINIÃO
“Se o Senhor Roberto Ferreira Pinto, estivesse ficado em sua casa “dormindo” durante o ano que se passou, ele teria dado muito mais lucro ao município, não teria gasto o equivalente a dois carros populares em diárias e o município não teria perdido uma ambulância avaliada em R$ 200.000,00 (duzentos mil reais)… E tenho dito ACORDA CHUPINGUAIA”.
Por RAFAEL RODRIGUES – http://chupinguaiaemfoco.blogspot.com.br/