malaguetaMuitas denúncias estão chegando a este colunista em relação ao concurso público promovido pela prefeitura municipal de Vilhena. Alertamos o Prefeito e seus secretários, depois não adiantará chorar o leite derramado, depois de Inez morta não vai adiantar em nada as reclamações. Aproveitamos também para alertar o Ministério Publico e demais órgãos fiscalizadores e chamar a atenção dos concursados sobre o que relato aqui. Alguns altos comissionados da prefeitura, incluindo secretários tipo “meia boca”, se inscreveram em cursos preparatórios na cidade e compareceram em duas ou três aulas, caso sejam aprovados vão propalar aos quatro cantos que estudaram muito e tal. Pura enganação! Outro caso são as inscrições feitas por irmãos, tios, tias, cunhados, e amigos íntimos da “tiurma” do poder, se inscrevem no concurso com a promessa de ajuda, não adianta dizer que não! Estamos em Vilhena, Rondônia, Brasil, este método e praticado sim! Alguns chegam a convidar parentes e amigos de outras cidades com tal objetivo, chegam a uma semana da realização das provas, se inscrevem nos cursos preparatórios e aprovados afirmam terem estudado muito. Todos na cidade sabem que não estudaram, até porque, quem estuda vive o ambiente temático sabe quais matérias serão cobradas, adquirem materiais, conversam no dia a dia sobre a questão. Geralmente, “os que caem de paraquedas” não sabem nem as informações básicas dos editais, só conversam futilidades tipo Big Brother Brasil, Futebol, Sertanejo Universitário e a Fazenda, quando não, fofocam sobre a vida alheia. Essa é a cultura dos que “sobrevivem dos benefícios gerados pela lógica promovida pelo puxa-saquismo presente na política brasileira”. Essas pessoas, muitas presentes em Vilhena, vivem alheias ao universo cultural, não estudam, saíram da escola há mais de uma década, valorizam suas protuberâncias físicas, que muitas vezes ajudam a conquistar o espaço e desconhecem as palavras trabalho e esforço. Sempre mamaram nas tetas de cargos negociados sabe-se Deus como! No geral, sua aprovação em concursos é duvidosa, pois carecem de honra, brio, esforço mental, dedicação, esmero, ética, caráter, geralmente não possuem vergonha na cara e não ligam por assumir uma condição social que lembra os parasitas. É óbvio que existem uns poucos comissionados competentes, que logo abandonam esta condição. É claro que ninguém pode proibir ninguém de se inscrever e fazer concursos. Porém é muito estranha a aprovação dessas figuras, digamos alheias ao universo cultural dos concursos. Esposa de vereador, ligado ao prefeito ou a primeira dama, esposa ou amante de secretário municipal, secretário municipal, ocupantes dos altos cargos dentro da prefeitura, por uma questão de “lisura e ética”, nem deveriam se candidatar para não colaborar com as “duvidas” que surgem depois. Ainda existem aqueles que procuram dar uma ajudinha à ex-mulher que vive perturbando por causa de pensão alimentícia, muitos casos dão conta de que figuras políticas “arranjem” a aprovação dessas, como forma de se livrarem da “mala com quem foi casado e teve filhos”, mulheres que não buscam seu sustento e vivem atormentando seu antigo marido por dinheiro. Lembramos que em todos os certames, funcionários municipais em altos cargos, constroem uma aproximação íntima com as pessoas que respondem pela empresa que realiza o concurso, é óbvio que existirá a possibilidade de pedido para aprovação dos seus respectivos apadrinhados, a famosa listinha com nome endereço e número de inscrição dos “abençoados”. Muitos casos nas histórias dos concursos públicos realizados no Brasil, inclusive aqui em Vilhena levantam grandes suspeitas sobre fraudes dessa natureza.

A turma que acredita ser aprovada no tapetão, fique sabendo que quem se preparou, comparecendo, diariamente, aos concursos preparatórios desde antes do primeiro concurso anulado de Vilhena, estão mapeando essas pessoas, para depois fazer uma fiscalização no resultado. Até porque, os que recebem a promessa de aprovação “tipo tapetão” de alguma “autoridade municipal”, normalmente dão com a língua nos dentes. Muitos que receberam a tal promessa já compõem uma lista no imaginário das pessoas sérias que estão estudando de verdade. Para reforçar a ideia, lembramos que conhecimento não cai do céu, não dá em árvores, não é adquirida através de orações, não se obtém pelo simples esforço no ato da respiração e nem tão pouco por osmose. Conhecimento se constrói ralando, estudando, frequentando escola ou cursos preparatórios, conhecimento é resultado da busca cotidiana pela cultura e saber.

Secretária do Meio Ambiente dá tremenda barrigada

A secretária municipal do meio ambiente de Vilhena, Sandra Melo, promoveu uma enorme lambança quando promoveu a limpeza do imóvel urbano do servidor da secretaria regional do governo do Estado Elcio Vieira, imagens no Rondoniaempauta. A tal limpeza é digna do Cascão, personagem do cartunista Maurício de Sousa, personagem que vive no lixo e na sujeira. O servidor público procurou a secretária que, como de costume, fez pouco caso da situação do rapaz. O prejudicado fez uma denúncia no Rondoniaempauta e a coisa rendeu e muito! Mais uma vez, a imagem do prefeito e sua administração, que já não é lá essas coisas, sofreram bastante. No Facebook a coisa foi ainda pior. Parece que a secretária já goza de uma imagem, digamos “conturbada”, a palavra escândalo foi muito utilizada pelos internautas. Outra coisa, evidente no caso, é o completo desconhecimento da secretária sobre a pasta, meio ambiente é uma ciência séria e complicada. Seria fundamental, uma pessoa ligada ao meio, porém sabemos que a atual administração é “terrível” quando o quesito competência e inteligência são cobrados. O prefeito não questiona a competência dos indicados pelos seus vários “padrinhos políticos” que abocanham de forma escandalosa pastas no seu governo.  O fato é que a questão ambiental precisa ser vista com muita seriedade e com pessoa possuidora de formação e conhecimento. Ajudando a secretária, a área é ligada aos três reinos do mundo científico. Se a secretária não sabe do que estou falando, dou uma ajudinha, os reinos são: O animal, vegetal e mineral. Vilhena está localizada no grande divisor das águas da América do sul, no alto do planalto da Chapada dos Parecis, localidade conhecida por sua biodiversidade rica, complexa e extremamente sensível.  Nosso Cerrado é reconhecido como a Savana mais rica do mundo, sendo o segundo maior bioma brasileiro. O grande divisor de águas é uma localidade da América do Sul que, por conta da sua singularidade, é, e foi palco de muitos estudos e pesquisas científicas. Pesos pesados da ciência mundial passaram e se interessaram por esta biodiversidade, entre eles: João Severiano da Fonseca, Claude Levi Straus, Roquete Pinto, Alexandre Rodrigues Ferreira, Johann Baptiste Von Spix, Carl Friedrich Philipp Von Martius, Belizário Pena, Jacques-Yves Cousteau entre tantos outros. Seria de bom grado se nossa secretária iniciasse um estudo sobre os diversos nichos para propor projetos de preservação ambiental, Vilhena tem sistematicamente sofrido com ações predatórias de sua riqueza natural. Se não sabe como fazer, não conhece, não quer, faça um favor à população que é quem custa seus gastos, sai da moita! Dê lugar a outro!

É de arrepiar!

O orçamento da Câmara Municipal de Vilhena para 2013 foi de mais de dez milhões de reais. O ano acabou, é hora dos Vilhenenses responderem: O que o vereador, para quem você votou e elegeu, fez que merecesse tamanha “gastança”? Não é brincadeira, a cidade não tem dinheiro nem para enfeites natalinos, a FCV, teve um orçamento de mais ou menos oitocentos mil, mal deu para pagar sua folha e realizar suas atividades culturais e como por lá, ninguém soube escrever um projeto e concorrer aos vários editais existentes, nem tão pouco entregar projetos para deputados federais e estaduais encaminharem emendas parlamentares, ficaram o ano fazendo campanha para o prefeito na noite da seresta, evento que não remunera um único artista. Acredito que a população deveria se organizar e exigir o fim de tal situação. Na maioria dos países, vereador não recebe salários, aqui em Vilhena, recebe algo em torno de oito mil reais, fora as mordomias travestidas de auxílios e gratificações. O valor pago, por nossos impostos, a cada um deles, passa dos quinze mil ao mês, quem não acredita, divide dez milhões por nove que é o numero de vereadores na casa de leis de Vilhena.  Você quando for fazer as compras neste fim de ano e sofrer em função do pouco que possui, ao sentir a angústia de que o seu dinheiro não é suficiente para seus gastos e necessidades natalinas, lembre-se desse número: DEZ MILHÕES DE REAIS, valor que nossos vereadores tiveram para gastar em 2013. Quantos deles prestaram contas a você que ajudou a elegê-lo?

 Não encontrei nossa inscrição

O MEC, Ministério da Educação e Cultura, divulgou recentemente a lista com 42 municípios que concorreram a pré-seleção para implantação do curso de graduação em medicina por instituições particulares. Pena que na tal lista não temos uma única cidade rondoniense.  Alguém interessado e com “amor real” à nossa cidade, ou alguma instituição daqui, deveria provocar essa situação, um curso de medicina, mesmo que privado, seria fundamental para nosso desenvolvimento, pois assim Vilhena se transformaria numa cidade Universitária.

Alex Testoni foi escolhido pela ARON como o melhor prefeito do estado de Rondônia

Um resultado que não surpreende quem conhece a cidade de Ouro Preto do Oeste, localizada no centro do Estado. Testoni vem desenvolvendo um trabalho inovador para os padrões brasileiros, foi motivo de várias matérias nacionais. A diferença em Ouro Preto, é que lá não existe a figura do “secretário municipal”, as obras e serviços são executados pela própria administração direta, não contrata empresas particulares, o prefeito contrata trabalhadores que executam as obras. Acabou de vez com a prática da terceirização, é só lembrarmos a história da empresa de vigilância do Estado, para cada segurança a empresa recebia o equivalente a cinco seguranças, brincadeira de ladrão grande. O prefeito economizou e investiu em outras áreas. Diferente de outras prefeituras, toda aquisição feita por lá, foi feita através de Pregão Eletrônico, o que permite a negociação direta com o fabricante. Com dinheiro que as demais prefeituras utilizaram para comprarem três ambulâncias semi-UTI, em Ouro Preto foram compradas quatro por essa via. Não é atoa que aquele sim, surge como forte candidato ao governo do Estado.

Azedou de vez a relação

Deu na imprensa! Temperatura alta – azedou a relação entre o Palácio do Planalto e a cúpula do Exército brasileiro. Sem que a presidente Dilma Rousseff fosse consultada, o Exército destacou os melhores e mais preparados oficiais da inteligência para dar proteção diuturna ao ministro Joaquim Barbosa, relator do processo do Mensalão do PT (Ação Penal 470).

Ao criar o esquema que dá garantia de vida a Joaquim Barbosa, que tem ojeriza a esse tipo de situação, o Exército, que se valeu de militares cedidos à Agência Brasileira de Inteligência, acabou passando por cima da Presidência da República, do Ministério da Justiça e da cúpula da Polícia Federal, que por questões óbvias não foram consultados, mas a quem, por dever de ofício, caberia tal decisão.