É de assustar

A Prefeitura de Miracema/RJ e o IDECAN comunicam a todos os interessados que o concurso público n° 001/2012 encontra-se suspenso por decisão judicial. Esta informação está disponível e pode ser acessada por qualquer pessoa. O problema não foi sanado até hoje, pelo menos não existem informações contrárias. É importante que todos os envolvidos neste processo seletivo estejam alerta e fiscalizem todas as ações, principalmente no dia das provas. É muito importante que dessa vez a coisa aconteça dentro da normalidade, um novo desastre não interessa a absolutamente ninguém. Quem quiser passar no concurso que estude, se prepare e pronto. Chega de tapetão!

Educação em último lugar

Recente estudo publicado na Inglaterra empurra a educação brasileira para a última fileira, situação muito triste, porém verdadeiro. Em Vilhena a educação é de primeiro mundo, logo tivemos festa. O dia 15 de outubro, dia dos professores, foi marcado por protestos em todo o Brasil, menos aqui. Um movimento que está chamando a atenção exige o fim da politicagem na educação brasileira. São comuns às interferências de políticos como Vereadores e Deputados na nomeação de cargos no setor, estes vivem furando a fila para, inclusive matricular filhos dos seus cabos eleitorais. Outro problema é a indicação de gente para ser contratado, do vigia até o diretor da escola. A tal gestão democrática é piada sem graça, tem professor em Vilhena profundamente arrependido por ter participado do processo, na tal eleição para diretor, ocorrida já há algum tempo, a disputa foi marcada por uma baixaria sem limites que envergonharia qualquer cabaré. Uma professora que esteve à frente do processo revelou que nunca mais participa da tal democratização. Substituir a política pelo conhecimento técnico é fundamental para o desenvolvimento da nossa educação, sem tal medida não há dinheiro que resolva o problema que nos empurra para o fundo do poço. No âmbito municipal a interferência política é abusiva e um tanto estúpida irrita e prejudica todo o trabalho.

Crédito especial para a Prefeitura

Na última sessão da Câmara Municipal de Vilhena do dia 15/10, os vereadores aprovaram créditos adicionais que no total somam R$ 2.210.976,74. Este é um instrumento legal que o poder público utiliza como complemento para suas necessidades. Porém uma coisa chama a atenção ali são destinados do valor aprovado R$ 1.287.000,74 para a construção de uma piscina e de uma quadra poliesportiva no (CRECA) Centro de Referência da Criança e do Adolescente e para a aquisição de um ônibus para a Guarda-Mirim. Quem acha que é muita grana fique tranquilo, a quadra, piscina e ônibus serão de primeiríssimo mundo! Destacamos a informação para que a população que se utiliza destes órgãos possa cobrar e acompanhar a aplicação desta verba.

Estado irresponsável, onde estão os órgãos fiscalizadores?

Segundo foi informado nos sites e jornais a Prefeitura Municipal de Vilhena não recebe há dez meses a parcela de quatrocentos mil reais para o bom funcionamento da UTI de Vilhena, a prefeitura mantem os serviços de forma “capenga”, imaginem o quadro, uma localidade que precisa ser tratado com seriedade, profissionalismo e excelência capengando. Toda a sociedade fica apavorada quando surgem informações desse nível, pois qualquer um pode ser vítima de acidentes e problemas graves tendo que recorrer aos serviços desta unidade de terapia intensiva. O Estado pagou uma das dez parcelas em atraso, muita coisa precisa ser vista e feita para que a população reconheça esta UTI como uma possibilidade real de tratamento intensivo. É preciso que o Ministério Público ou alguém que possua credibilidade entre em ação em favor do “pobre povo sem socorro” que se apavora quando se depara com notícias como esta.

A justiça neste país não possui moral alguma!

O rei das piadas sem graças e gafes que constrange a todos os brasileiros, o senhor Lula da Silva, que poderia muito bem ser chamado de “Lula Lelé”, tripudiou da justiça brasileira mais uma vez. Tendo conhecimento de que a justiça eleitoral proíbe campanha fora da época das eleições, afirmou em recente encontro do PT: “Cada vez que faço um discurso falando de campanha, me multam em R$ 5.000. Portanto, Padilha, não vou falar em seu nome. Em seguida, arrematou: Por isso, quero terminar dizendo a vocês, sem ter falado de eleição, que nós precisamos eleger o Padilha em São Paulo para ele ajudar a Dilma”.  A pergunta que fica é: Até quando seremos tratados como imbecis?

Mais essa da nossa presidenta

Acredito que a presidenta esteja aprendendo com os políticos rondonianos, aqui, o Governador inaugura asfalto por metro. A prefeitura de Vilhena autoriza a ocupação de prédios públicos inacabados, é o caso da nossa FCV, Fundação Cultural de Vilhena que utiliza o prédio do futuro Centro Cultural na avenida Presidente Nasser que ainda será entregue, “sabe-se Deus quando”. Informações dão conta que ali falta tudo, inclusive trabalho em favor da cultura. A presidenta por sua vez, gostando do nosso exemplo aumentou o número de viagens ao Brasil e entrega casas que de tão populares não possuem água nem luz. Como diria o enfático jornalista Boris Casoy: ISTO É UMA VERGONHA!

[print-me]