Avoar-2.jpg[pullquote]Este ano 13 mostras artísticas incluindo teatro, música, dança e exposição vão circular nos Estados da Amazônia Legal[/pullquote]

[dropcap]O[/dropcap] Sesc Rondônia realiza no dia 3 de maio, às 9h, a abertura nacional do Sesc Amazônia das Artes. O evento vai ocorrer na Área de Convivência da unidade Esplanada no Bairro Olaria, em Porto Velho. Técnicos de cultura do Sesc Nacional, do Piauí e os diretores da Instituição em Rondônia vão participar da apresentação nacional de abertura para a imprensa e convidados.

 Às 10h a artista plástica Yolanda Carvalho da exposição “Luas”, do Estado do Piauí, vai realizar uma demonstração de xilogravuras e explicar sobre as técnicas da arte.

 A exposição

 A Exposição traz obras que exemplificam xilogravuras resultantes da bricolagem de técnicas, gravadas em madeiras de topo e de fio, ousando lançar mão de duas cores opostas e complementares: o vermelho vivo, encarnado, alegre que dialogam com a cultura raiz em contraste com o preto profundo da tinta de impressão e o branco do papel.

 As presenças das luas vermelhas nos fazem pensar, dentre outras coisas, nas noites nordestinas, em que se faz varias os sonhos e as possibilidades. Elas configuram a feminilidade das obras da artista.

 O projeto

 O Sesc Amazônia das Artes é o maior projeto itinerante de obras artísticas da Amazônia Legal. O intuito do projeto é estimular e difundir a produção artístico-cultural dos Estados da Amazônia Legal e outros que possuem confluências de desenvolvimento no mesmo âmbito. Este ano estão em circulação 13 mostras artísticas.

Com formato de Mostras Artísticas o projeto aportará nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Maranhão, Mato Grosso, Pará, Piauí, Rondônia, Roraima e Tocantins com a circulação de obras nas linguagens Artes Plásticas, Dança, Música e Teatro.

 Artistas de Rondônia

Representando Rondônia, o grupo Raízes do Porto vai apresentar o espetáculo teatral Avoar. O espetáculo narra a história de crianças modernas que já se viam cansadas de brincar dentro de casa com videogames e computadores e resolvem sair para brincar na rua. Através de uma brincadeira de “boca de forno”, as crianças saem em busca de uma palmeira, uma lua e uma canção, num musical infantil que é uma poética de resgate a antigas cantigas de roda e brincadeiras infantis, tantas quantas se aguente brincar.

[tabs]
[tab title=”Rondônia em pauta”]Da redação[/tab]
[/tabs]

[print-me]