imageO município de Vilhena está sediando a Oficina Regional de Atenção Domiciliar, que conta com a participação de secretários municipais e técnicos em saúde do Cone Sul. O evento é coordenado pela Secretaria Municipal de Saúde (Semus), de Vilhena, e ocorre desde o início da manhã desta terça-feira, 25, até o dia 27, no auditório do IPMV.

Segundo explicou o secretário Vivaldo Carneiro, o objetivo é realizar neste período uma programação que inclui a continuidade da Implementação da rede de Urgência e Emergência (RUE) e o fortalecimento da Atenção Básica com destaque para a implantação do sistema de informação E-SUS.

O evento conta ainda com a participação de apoiadores do Ministério da Saúde e diversas autoridades em saúde do Estado. Entre os que prestigiam a Oficina, está a coordenadora nacional da Atenção Domiciliar, Mariana Borges Dias.

Vivaldo destacou a importância do Programa Melhor em Casa, aplicado em Vilhena e que leva atendimento médico até os domicílios para pacientes acamados ou com dificuldades de locomoção. “Parabenizo a equipe que tem realizado o trabalho, que conta hoje com mais de 40 pacientes sendo atendidos pelo Melhor em Casa. É um trabalho que conduzimos com muito carinho”, afirmou durante a abertura do evento.

A coordenadora do Programa em Vilhena, Fernanda Pelizza, explicou o objetivos do Melhor em Casa. “Nosso objetivo é a Humanização da atenção à saúde; redução da demanda por atendimento hospitalar; desinstitucionalização de pacientes internados/redução do tempo de permanência; preservação dos vínculos familiares e ampliação da autonomia dos usuários e familiares, para o cuidado à saúde”, enfatizou.

O secretário lembrou ainda que Vilhena é hoje exemplo de investimento em saúde e o que está dando certo aqui tem sido copiado por outros municípios de Rondônia. Vilhena tem seis equipes de Saúde da Família e foi contemplada com 11 médicos do programa Mais Médico, do Governo Federal.

Semcom