quarta-feira, 19 junho, 2024
Quarta-feira, 19 de junho de 2024 - E-mail: [email protected] - WhatsApp (69) 9 9929-6909



Caso Marielle: suspeito de mandar matar vereadora, Domingos Brazão é levado para presídio federal de Porto Velho

Conselheiro do TCE-RJ chegou a Rondônia na tarde desta quarta-feira (27).

Domingos Brazão, de azul, descendo do avião da Polícia Federal no aeroporto de Porto Velho — Foto: Silas Paixão/Rede Amazônica

O conselheiro do Tribunal de Contas do Estado do Rio de Janeiro (TCE-RJ), Domingos Brazão, suspeito de envolvimento nas mortes da vereadora Marielle Franco e do motorista Anderson Gomes em 2018, foi transferido de Brasília para o presídio federal de Porto Velho na tarde desta quarta-feira (27).

Brazão chegou por volta das 16h15 (horário local) ao Aeroporto Internacional de Porto Velho. A operação foi realizada pela Polícia Penal Federal (PPF).

Nesta manhã, o deputado federal Chiquinho Brazão (sem partido-RJ), foi levado para o presídio federal de Campo Grande. O delegado Rivaldo Barbosa, suspeito de atrapalhar as investigações, permanece preso na Penitenciária Federal de Brasília.

Os irmãos Domingos e Chiquinho Brazão, e o delegado Rivaldo Barbosa foram alvos de mandados de prisão preventiva expedidos pelo ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF).

Por Rede Amazônica




Mais notícias





Veja também

Pular para a barra de ferramentas