quarta-feira, 19 junho, 2024
Quarta-feira, 19 de junho de 2024 - E-mail: [email protected] - WhatsApp (69) 9 9929-6909



ESG: Uma nova fronteira para o agronegócio na Sicoob Agrotech


No cenário do agronegócio, onde a inovação e a sustentabilidade são cada vez mais essenciais, a Sicoob Agrotech se torna palco para que diversas empresas apresentem práticas aliadas à agenda ESG (Ambiental, Social e Governança). Este conceito, que visa gerar valor econômico enquanto aborda preocupações ambientais e sociais, tem sido o centro das atenções em uma série de soluções apresentadas na feira, que ocorreu de 4 a 6 de abril no parque de exposições Ovidio Miranda de Brito, em Vilhena (RO).

Para o setor agrícola, o ESG desempenha um papel crucial, especialmente no que diz respeito à sustentabilidade ambiental. Produtores rurais estão adotando práticas como o plantio direto e a integração lavoura-pecuária-floresta, além de se engajarem a iniciativas como logística reversa de embalagens de agrotóxicos. Essas práticas não apenas melhoram a produtividade e eficiência das propriedades, mas também contribuem para a diminuição de impactos ambientais.

No entanto, a implementação bem-sucedida do ESG requer mais do que simplesmente adotar práticas sustentáveis. É fundamental compreender e buscar certificações que possam apoiar o negócio, como destaca Rafaela Debiasi, especialista em ESG no agronegócio, que palestrou sobre o tema. “O ESG não é apenas uma questão de responsabilidade social, mas um aliado componente financeiro. Minha dica é que os produtores que queiram implantar ESG nos negócios busquem certificações, entendam qual se adequa ao seu negócio e qual vai trazer rentabilidade aliado ao ganho sustentável”.

Exemplos notáveis de como o ESG pode ser aplicado, são os projetos ‘Plantando Chuva’ da Sicoob Credisul, que visa combater a erosão do solo e promover a recarga do lençol freático por meio da construção de barraginhas, estruturas que captam e armazenam água da chuva. A cooperativa também está realizando a compensação da pegada de carbono nos seus dois stands na feira. A compensação é feita através de investimentos em projetos de carbono neutro.

Além disso, a startup Khrin apresentou uma solução inovadora para o mercado de produção de mudas. Seu sistema automatizado de produção oferece qualidade e sustentabilidade, incluindo o desenvolvimento de embalagens biodegradáveis chamadas de Biopots. Essas embalagens substituem os tradicionais tubetes e sacolas plásticas, proporcionando um ambiente propício para o crescimento das plantas e eliminando a necessidade de replantio.

A Sicoob Agrotech não apenas celebra a inovação tecnológica no agronegócio, mas também destaca a importância crescente do ESG como um guia para o setor. À medida que mais empresas adotam uma abordagem integrada que prioriza o meio ambiente, o bem-estar social e uma governança sólida, o futuro do agronegócio se torna mais promissor e sustentável.

Por Assessoria




Mais notícias





Veja também

Pular para a barra de ferramentas